NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Prefeitura da Água Preta, vem por meio desta, expor que cumpriu todas as tratativas realizadas com o Ministério Público, depositando em conta judicial, os valores referentes à folha de pagamento de dezembro de 2016 (servidores comissionados e contratados) e, visando dar uma melhor publicidade aos fatos e por ter a certeza do que é o melhor a ser fazer nesta oportunidade, ESCLARECE que o não pagamento até o momento, não é por culpa sua.

O Município de Água Preta REPUDIA toda e qualquer inverdade difundida nas redes sociais e, pensando em dar uma solução ao já sofrido povo aguapretano, informa que está envidando ainda mais esforços no sentido de que o pagamento seja liberado, o quanto antes, para que as pessoas possam ser beneficiadas neste momento tão difícil de Pandemia, com os recursos a serem liberados, restando, tão somente agora, a Caixa Econômica Federal repassar os recursos à agência do Banco do Brasil de Água Preta, que providenciará imediatamente a liberação do pagamento em comento e, que tamanha demora se deve ao fato de que as instituições bancárias estão trabalhando com um número reduzido de servidores nas agências, em face da alta disseminação do COVID-19.
Dessa forma, acabou de sair decisão do Desembargador Itamar P. da Silva Júnior, na ação que está no TJPE n.º 0000040-86.2018.8.17.2140 (18/05/2020 às 16h27m), determinando o repasse dos recursos pela Caixa Econômica Federal ao Banco do Brasil e, que este proceda ao pagamento da referida folha, assim que os recursos chegarem.

Decisão Judicial